PPGG PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA INSTITUTO DE GEOGRAFIA, DESENVOLVIMENTO E MEIO AMBIENTE Telefone/Ramal: 99992-2210/1441

Banca de DEFESA: ROSELMA LOPES RIBEIRO



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: ROSELMA LOPES RIBEIRO
DATA: 26/02/2021
HORA: 15:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

A REGIÃO METROPOLITANA DE MACEIÓ: ENTRE OS LIMITES TERRRITORIAIS E A CONURBAÇÃO


RESUMO:

Neste século XXI a discussão sobre o processo de conurbação tem crescido muito, pois o espaço urbano tem se apresentado em formas, estruturas e processos peculiares. Desse modo, diversos fenômenos e processos começaram a serem investigados nas grandes cidades abrangendo regiões metropolitanas. No entanto, compreender como ocorre o processo de conurbação em um determinado espaço urbano é essencial. Assim, este trabalho tem como objetivo analisar o significado dos limites territoriais entre os municípios da Região Metropolitana de Maceió, considerando o processo de conurbação, entre Maceió, Rio Largo e Satuba, ponderando as relações sociais existentes que se entrelaçam. Para atender os objetivos, realizou-se levantamento bibliográfico, levantamento documental e cartográfico, assim como pesquisa de campo. Portanto, diante do esforço metodológico e empírico compreende-se que o processo de conurbação transpõe os limites administrativos, político e econômico, nos quais as áreas urbanas juntam-se. Nesse sentindo, percebe-se que Maceió-Rio Largo-Satuba conurbam-se, extrapolando os limites políticos administrativos de uma municipalidade. Esse processo de conurbação pode ser planejado e intencional por parte dos agentes imobiliários por justamente ser uma área limítrofe com a capital. Contudo, pode-se considerar que planejado ou não a conurbação possibilita complicações político-administrativos aos municípios. Desse modo, é possível admitir que o crescimento da conurbação Maceió-Rio Largo-Satuba, ocorre devido a sua posição territorial estratégica. Desse modo, o trabalho está dividido em quatro capítulos, o primeiro aborda o processo de urbanização, revisitando alguns conceitos pertinentes ao processo. O segundo aborda o processo de conurbação entre os municípios de Maceió, Rio Largo e Satuba. O terceiro explana o processo de conurbação entre os municípios em foco e as indefinições territoriais. Por fim, o quarto aborda o sistema de fixos e fluxos existentes na área conurbada.


PALAVRAS-CHAVE:

Urbanização. Dinâmicas espaciais. Fluxos e fixos.


PÁGINAS: 94
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia

MEMBROS DA BANCA:
Interno(a) - 1495516 - LUCIANE MARANHA DE OLIVEIRA MARISCO
Presidente - 1188049 - PAULO ROGERIO DE FREITAS SILVA
Externo(a) à Instituição - VIRGINIA CELIA CAVALCANTE DE HOLANDA - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 22/01/2021 10:12
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 19/05/2024 18:14