Banca de QUALIFICAÇÃO: AERTON DE ANDRADE BEZERRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : AERTON DE ANDRADE BEZERRA
DATA : 26/08/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

ANÁLISE SOBRE O ESTADO DE CONSERVAÇÃO DAS NASCENTES NO MUNICÍPIO OLHO D’ÁGUA DO CASADO, ALAGOAS


PALAVRAS-CHAVES:

Nascentes, Semiárido, Conservação.


PÁGINAS: 154
RESUMO:

A conservação das nascentes em ambientes de semiaridez é de extrema importância para a necessidade humana, animal e ambiental, sendo também fundamental para o desenvolvimento de atividades socioeconômicas na região, visto que as áreas semiáridas apresentam condições de baixo volume de chuva e um déficit hídrico intenso durante maior parte do ano. A caatinga no nordeste além de suas características e qualidades ambientais, tem atuações socioambientais que operam de modo direto na alteração do estado de conservação das nascentes. As fontes do município Olho D’Água do Casado estão inseridas nessas circunstâncias, onde o baixo índice de água relacionado a situação ambiental do local e as ações antrópicas vem causando problemas de degradação ambiental. Diante desses questionamentos o objetivo geral da pesquisa foi realizar um estudo visando uma avaliação do estado de conservação das nascentes. O método que conduziu o estudo foi o experimental, com uma abordagem quantitativa e qualitativa. Foram realizados estudos bibliográficos e documentais, coletas de água para analises dos parâmetros físicos: Sólidos Totais Dissolvidos (mg/L), Condutividade Elétrica (µS/cm), Turbidez (NTU) e Temperatura (°C), químicos: Potencial Hidrogeniônico (pH), Demanda Bioquímica do Oxigênio (mg/L), Oxigênio Dissolvido (mg/L), Fósforo Total (mg/L), Nitrogênio Total (mg/L) e biológica: Coliformes Termotolerantes (NMT) em laboratório, tendo a coleta no mês de dezembro de 2020 referente ao período seco e no mês de maio de 2021 referente ao período chuvoso. Foram coletados também sedimentos para análises granulométricas no mês de outubro de 2020, identificação das nascentes e cursos d’água e o mapeamento geológico e uso do solo, caracterização quanto a perenidade e desenvolvimento de uma cartilha educacional visando a melhoria da relação sociedade natureza. O resultado parcial demostrou que as nascentes analisadas apresentaram uma perenidade durante os anos pesquisados, com os parâmetros físicos, químicos e biológicos através da sazonalidade do período seco, mostrando valores praticamente acima do limite estabelecido pelos orgãos governamentais. As fontes estão inseridas geologicamente na formação Tacaratu, com um estudo sedimentológico de duas nascentes em área distintas, indicando uma maior porcentagem de areia e sua morfoscopia com grãos angulosos e sub-arredondado, com uma esfericidade entre média e baixa e uma textura fosca. As nascentes urbanas apresentam uma estado de conservação degradada, já as rurais demostram uma conservação perturbada. Constata-se que a metodologia trabalhada nessa pesquisa, mostra-se eficaz para o estudo sobre a análise de conservação das nascentes no semiárido, demostrando que as nascentes mais prejudicadas foram a NU1 e a NR6, devido ao desmatamento, a presença de animais, a uma maior quantidade de mateia orgânica e ao assoreamento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1717255 - ANA PAULA LOPES DA SILVA
Externo ao Programa - 2568449 - JORGE LUIZ LOPES DA SILVA
Interna - 1121254 - ROCHANA CAMPOS DE ANDRADE LIMA SANTOS
Notícia cadastrada em: 08/07/2021 10:23
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 28/02/2024 09:59