Banca de DEFESA: AMINI FERREIRA DA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : AMINI FERREIRA DA COSTA
DATA : 10/09/2021
HORA: 10:00
LOCAL: Webconferência
TÍTULO:

ANÁLISE DE RISCO À SAÚDE HUMANA POR USO DO SOLO CONTAMINADO POR CHORUME NA ÁREA DO ANTIGO LIXÃO DE MACEIÓ.


PALAVRAS-CHAVES:

Tomada de decisão; investigação científica; contaminantes químicos


PÁGINAS: 97
RESUMO:

Os passivos ambientais gerados em atividades dos lixões a céu aberto
em que não há cumprimento para a minimização dos impactos
ambientais, caracterizam hoje um dos maiores problemas para
sociedades e governos no que concerne à contaminação do meio físico.
O antigo lixão de Maceió-AL, localizado no bairro Jacarecica, em uma
área total de 22 hectares, funcionou desde 1967 ao ano de 2010,
recebendo em seu solo resíduos sólidos e percolados sem o devido
tratamento para proteção dos solos e das águas subterrâneas. Apesar do
encerramento das suas atividades, o chorume gerado pelos resíduos
não foi devidamente tratado, expondo os moradores do seu entorno às
condições geradas pelo passivo ambiental, uma vez que ocasiona a
acumulação de metais nos solos, nos sedimentos, nas águas
subterrâneas e superficiais, na atmosfera e, por fim, nos seres humanos
e animais através da ingestão de água e alimentos e da inalação de
partículas em suspensão. Para identificar os impactos mencionados são
utilizadas metodologias de avaliação de impactos ambientais, de
caráter qualitativo, capazes de identificar quais os problemas que
afetam diretamente o meio físico, o meio biótico e o meio antrópico.
No presente estudo foram aplicadas as metodologias checklist e matriz
de avaliação de impacto ambiental (baseada na matriz de Leopold),
gerando uma listagem dos impactos ambientais observados na área de
estudo. A partir da ocorrência dos impactos ambientais consequentes
ao funcionamento de um lixão a céu aberto foram desenvolvidas
técnicas que permitissem uma quantificação dos danos à saúde humana
oriundos de tais atividades. Para a quantificação dos riscos
toxicológicos e carcinogênicos aos quais os moradores que estão 

ocupando o entorno do antigo lixão de Maceió-AL estão submetidos,
através do uso da água local por poços de captação para diversos fins,
foi utilizada a ferramenta RBCA- Toolkit for Chemical Releases, pela
comparação de dados das Planilhas para Avaliação de Riscos em Áreas
Contaminadas sob Investigação, elaboradas pela CETESB.
Atualmente, ainda que o litoral norte de Maceió-AL possua uma área
contaminada por chorume representando riscos à saúde humana, o
visual paisagístico devido sua localização na costa litorânea, sobressai
aos interesses da especulação imobiliária, tornando a área atrativa à
expansão urbana. Tal situação demonstra a necessidade de haver uma
investigação mais detalhada sobre os impactos na área.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1119902 - JOSE VICENTE FERREIRA NETO
Interna - 1574934 - NIVANEIDE ALVES DE MELO FALCAO
Externa ao Programa - 1976721 - REGLA TOUJAGUEZ LA ROSA MASSAHUD
Externa à Instituição - ROSANE CUNHA MAIA NOBRE - UFAL
Notícia cadastrada em: 04/08/2021 17:27
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 28/02/2024 08:43