Banca de DEFESA: ANDERSON MARQUES ARAUJO DO NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANDERSON MARQUES ARAUJO DO NASCIMENTO
DATA : 17/01/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

Efeitos ambientais da dragagem do Porto de Maceió (AL) e cenário futuro da demanda portuária


PALAVRAS-CHAVES:

Dragagem portuária. Diagnóstico multiparâmetros. Demanda prospectiva.


PÁGINAS: 152
RESUMO:

O objetivo deste trabalho foi analisar os efeitos ambientais dos sedimentos dragados do Porto de Maceió no ano de 2018, bem como projetar a demanda portuária futura após as atividades de dragagem. O processo de monitoramento ambiental foi executado em três campanhas amostrais (antes, durante e após as atividades de dragagem), correspondentes aos meses de março, maio e agosto de 2018, respectivamente. Nas três campanhas amostrais foram realizadas coletas de água nos estratos de superfície e fundo das áreas de dragagem (bacia de evolução do Porto) e de descarte dos sedimentos dragados. Em campo foram obtidos dados in situ dos parâmetros turbidez, oxigênio dissolvido, porcentagem de oxigenação, temperatura, condutividade elétrica e salinidade e de transparência da água. Em laboratório, as amostras coletadas foram filtradas para determinação do material particulado em suspensão e das séries nitrogenada e fosfatada. Ao fim das atividades, os dados multiparamétricos foram tabulados e então comparados aos valores de aceitabilidade fixados pela Resolução CONAMA n° 357 de 2005 e n° 454 de 2012 para águas salinas de Classe 1. A concentração de material particulado em suspensão nas campanhas amostrais constatou comportamento dinâmico entre os estratos prévia, durante e após as obras de dragagem, apresentando valores ascendentes na bacia de evolução do Porto, na referida ordem de amostragem, enquanto na área de descarte os valores da campanha de pré-dragagem para de dragagem apresentou padrão ascendente e posteriormente descendente para a de pós-dragagem. Antes das obras de dragagem não foi verificado predominância tendencial das séries nitrogenada e fosfatada entres os estratos, em virtude de a draga ainda não estar em funcionamento. Na campanha de dragagem, predominou-se a série nitrogenada e fosfatada de superfície e os maiores valores, enquanto em agosto foi observada a predominância da série nitrogenada e fosfatada de fundo com significativa diminuição nas concentrações. À exceção da série fosfatada nas três campanhas de amostragem e das taxas de oxigênio dissolvido e % de saturação, no período de dragagem, os demais parâmetros analisados estiveram em conformidade ao padrão de aceitabilidade, tanto na bacia de evolução do porto, quanto na área de descarte. O cenário futuro da demanda portuária pós-dragagem até o ano de 2060 projeta que há expectativa de aumento dos volumes exportados e importados, com destaque para derivados de granéis líquidos combustíveis, granéis sólidos vegetais e granéis sólidos minerais. Além disso, há perspectiva de novas cargas, que incluem escória de cobre, ácido sulfúrico, coque de petróleo, cavacos de eucalipto e madeira e produtos conteinerizados. Com relação à atracação de navios de cruzeiro, a projeção é de 11 atrações ao ano, no cenário tendencial.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 1717255 - ANA PAULA LOPES DA SILVA
Externa à Instituição - NILVA BRANDINI - UFF
Presidente - 3121365 - PAULO RICARDO PETTER MEDEIROS
Notícia cadastrada em: 23/12/2021 10:39
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 27/02/2024 14:29