Banca de DEFESA: WHENDEL CEZAR SILVA DE COUTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : WHENDEL CEZAR SILVA DE COUTO
DATA : 02/06/2023
HORA: 09:00
LOCAL: Web conferência
TÍTULO:

INTEGRAÇÃO DE TÉCNICAS DE GEOPROCESSAMENTOAPLICADO À DEFINIÇÃO
DE ÁREAS POTENCIAIS PARA EXPANSÃO URBANA EM MACEIÓAL


PALAVRAS-CHAVES:

Geoprocessamento. Planejamento Urbano.Áreas Potenciais


PÁGINAS: 123
RESUMO:

A expansão urbana é um fenômeno importantíssimo que ocorre de maneira mais significativa
a partir dos anos 1950, quando houve um grande crescimento das cidades em função da
migração causada pelo êxodo rural e dos avanços tecnológicos sobretudo nas indústrias, que
refletiu em uma maior concentração de pessoas residindo em um espaço cada vez menor nas
cidades. Em Maceió esta dinâmica ocorre de maneira similar a outras capitais do nordeste e do
Brasil, ou seja, de forma acelerada e muitas vezes desordenada. No entanto, a capital alagoana
possui duas situações que prejudica diretamente o espaço urbano e seu devido planejamento: o
processo de subsidência dos bairros do Pinheiro, Bebedouro, Bom Parto, Farol e Mutange, em
decorrência de atividades de extração da salgema, causando a extinçãodo último bairro listado;
e o atraso de 8 (oito) anos na revisão do Plano Diretor Municipal, prejudicando diretamente a
gestão do território municipal. O adequado aproveitamento do território municipal depende do
conhecimento tanto das suas características físicas quanto das condições socioeconômicas,
portanto, este trabalho contribui para que junto a outros desenvolvidos no município, seja
sanada esta demanda, e que em momento oportuno tais informações sejam utilizadas pelos
órgãos responsáveis pela gestão do território municipal, assim como na elaboração de
instrumentos normativos que auxiliem no seu devido ordenamento. Para elaboração deste
estudo foram utilizadas ferramentas e técnicas relacionadas ao Sensoriamento Remoto e ao
Geoprocessamento com o usode SIG, onde foram utilizados/gerados/melhorados planos de
informação na escala de 1:25.000, com o intuito de identificar as áreas potenciais e legais para
a expansão urbana. Para tanto, se fez uso de análise multicritério através do método AHP
(Processode Análise Hierárquica) e da álgebra de mapas realizada com a aplicação da média
ponderada. Como resultados da pesquisa verificou-se em Maceió existe um total de 19.955,02
hectares com alto ou muito alto potencial, o que representa 19,75% da área total domunicípio,
enquanto que as classes de baixo e muito baixo potencial, representam 9,10%, o que implica
dizer que a capital ainda possui áreas que são receptivas à expansão urbana, e que se encontram
aptas a utilização quando em momento oportuno, visto que na própria zona urbana de Maceió
ainda existem áreas vazias (vazios urbanos) que podem ser ocupadas, dando-se o devido uso
do solo, para que não seja realizado o espraiamento da mancha urbana sem o adequado
planejamento, tornando este fenômeno cada vez maisoneroso ao estado, visto a necessidade de
fornecimento de infraestrutura e serviços em áreas onde não existem.


MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) ao Programa - 3060172 - CAROLINE GONCALVES DOS SANTOS
Interno(a) - 1891214 - KLEYTHON DE ARAUJO MONTEIRO
Presidente - 2501620 - MELCHIOR CARLOS DO NASCIMENTO
Notícia cadastrada em: 11/05/2023 09:12
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 28/02/2024 16:19