Banca de DEFESA: DANIEL NIVALDO DA CONCEICAO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DANIEL NIVALDO DA CONCEICAO
DATA : 22/08/2023
HORA: 14:30
LOCAL: Web conferência
TÍTULO:

IDENTIFICAÇÃO E MAPEAMENTO DE ÁREAS SUSCETÍVEIS A
MOVIMENTOS DE MASSA E INUNDAÇÕES/ALAGAMENTOS NA ÁREA URBANA DE MACEIÓ, ALAGOAS


PALAVRAS-CHAVES:

Geoprocessamento. Suscetibilidade. Movimentos de Massa. Inundações/Alagamentos.


PÁGINAS: 113
RESUMO:

O processo de expansão urbana que vem acontecendo em diversas cidades do Brasil deve ser
visto com o devido cuidado por parte do Poder Público, já que a falta de políticas de
ordenamento urbano, o não cumprimento do planejamento municipal (Plano Diretor) e a
deficiência na fiscalização das intervenções nas cidades podem levar ao uso incorreto dos
espaços e ocupação desordenada de áreas com restrições ambientais, ocasionando processos
que envolvem o crescimento de áreas sensíveis à ocupação pela população. O
desenvolvimento da infraestrutura urbana, na grande maioria não teve um planejamento
adequado que acompanhou o crescimento populacional nas cidades brasileiras onde, com as
instalações humanas em encostas e próximas aos corpos d’água, promovem mudanças
significativas da dinâmica natural fazendo com que os indivíduos passem a ficar expostos a
eventos hidrológicos e movimentos de massa. Em se tratando de análises da paisagem, os
sistemas de informações geográficas trazem um leque de técnicas e ferramentas de
interpretação e manipulação de dados espaciais que propiciam a geração de informações que
subsidiam a avaliação e tomada de decisão, a exemplo do objetivo ora proposto. Deste modo,
o presente estudo identificou por meio de geoprocessamento e a partir de análise multicritério,
as áreas com graus de suscetibilidade a movimentos de massa e inundações/alagamentos
visando subsidiar esforços de preservação ambiental e enriquecer o conhecimento de forma
integral da área urbana de Maceió, para que no futuro se estabeleça um plano de
gerenciamento e ordenamento populacional que preze por estratégias de uso do solo com a
definição de áreas passíveis para ocupação. Por fim, os dados mostram que a Zona Urbana de
Maceió possui uma maior suscetibilidade a inundações/alagamentos do que a deslizamento de
massa, e por isso, as políticas públicas municipais precisam ter um olhar mais atento e realizar
mais ações voltadas a esta questão, tais como obras de infraestrutura e drenagem urbana, mas
sem descuidar das situações que deixam a população mais vulnerável a deslizamentos, sendo
este um ponto de relevante interesse no seu planejamento urbano, que também deve ser
levado em consideração na revisão do principal instrumento para gestão e planejamento
urbano, o Plano Diretor Municipal, que no momento da elaboração deste trabalho, se encontra
em um atraso de 8 (oito) anos na sua revisão.


MEMBROS DA BANCA:
Interno(a) - 1717255 - ANA PAULA LOPES DA SILVA
Presidente - 1574934 - NIVANEIDE ALVES DE MELO FALCAO
Externo(a) à Instituição - SAULO ROBERTO DE OLIVEIRA VITAL - UFPB
Notícia cadastrada em: 07/08/2023 16:49
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 22/02/2024 05:07