Banca de DEFESA: NATANNI CINTHIA VITOR DA ROCHA



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: NATANNI CINTHIA VITOR DA ROCHA
DATA: 24/08/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Unidade Educacional Viçosa
TÍTULO:

Própolis vermelha e guaco na analgesia cirúrgica de cadelas


RESUMO:

A dor na rotina clínico-cirúrgica veterinária tem adquirido alta relevância na última década,

sendo extremamente importante saber identificá-la, mensurar o grau e tratá-la adequadamente.

A ovariohisterectomia (OH) é uma das cirurgias mais realizadas na clínica cirúrgica de

pequenos animais, considerada como procedimento promotor de moderada a severa dor

visceral. A mensuração da dor em animais é um desafio realizado através de avaliações de sinais

fisiológicos e comportamentais, com pesquisas constantes para desenvolvimento de escalas

avaliativas de dor. Dentre as escalas mais utilizadas cita-se: a Escala visual analógica (EVA),

Escala de dor da Universidade de Melbourne (EDUM) e Escala composta de dor de Glasgow

(ECDG). Muitos fármacos podem ser utilizados para o controle da dor pós-cirúrgica, entre eles

está o cetoprofeno, que é um dos anti-inflamatórios não esteroidais (AINE’s) mais utilizados e

considerado de alta eficácia na OH de cadelas. No entanto, atualmente vem sendo estudado

fármacos fitoterápicos com propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e possíveis menores

efeitos colaterais. A própolis é um produto natural de grande aceitação por suas propriedades

farmacológicas, atribuídas principalmente pela presença de flavonóides e isoflavonóides em

sua composição. O guaco, produto natural muito conhecido na cultura popular por sua ação

benéfica no sistema respiratório, apresenta em sua composição as cumarinas, principais

responsáveis por suas propriedades terapêuticas. Este trabalho reúne revisão de literatura e

pesquisa científica intitulada “Própolis vermelha e guaco na analgesia cirúrgica de cadelas”,

onde foram utilizadas 40 cadelas divididas em 4 grupos: Tratamento Controle (TC), Tratamento

Própolis (TP), Tratamento Guaco (TG) e Tratamento Própolis-guaco (TPG), com propósito de

avaliar o efeito analgésico pós-cirúrgico da própolis vermelha de Alagoas e do guaco em relação

ao cetoprofeno em cadelas submetidas a OH, os quatro tratamentos foram estatisticamente

satisfatórios, porém, considerando o menor índice de complicações e resgates analgésicos, os

TC e TPG se apresentaram mais seguros e eficazes.


PALAVRAS-CHAVE:

alavras-chave: Ovariohisterectomia, dor, cetoprofeno, produtos naturais


PÁGINAS: 36
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária
SUBÁREA: Clínica e Cirurgia Animal
ESPECIALIDADE: Anestesiologia Animal

MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) à Instituição - JAMILE PRADO DOS SANTOS - UFS
Interno(a) - 1698460 - MARCIA KIKUYO NOTOMI
Presidente - 1670912 - PIERRE BARNABE ESCODRO
Externo(a) ao Programa - 1488396 - TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
Interno(a) - 1482631 - TOBYAS MAIA DE ALBUQUERQUE MARIZ
Notícia cadastrada em: 14/08/2018 11:38
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 17/08/2022 10:24