Banca de DEFESA: JULIANA CARLA CAVALCANTI MARQUES



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: JULIANA CARLA CAVALCANTI MARQUES
DATA: 26/07/2019
HORA: 14:00
LOCAL: UNIDADE EDUCACIONAL DE VIÇOSA
TÍTULO:

Associação entre a Na+, K+-ATPAse e a fertilidade de amostras seminais descongeladas de touros Angus


RESUMO:

Na atualidade, um dos desafios da reprodução bovina é identificar de maneira eficiente touros que apresentam elevada fertilidade, uma vez que a avaliação andrológica tradicional pode não diferenciar de forma precisa o potencial fertilizante de um reprodutor, levando a redução nas taxas de prenhez e prejuízos financeiros. Desta maneira, a Na+,K+-ATPase tem sido um biomarcador potencial da fertilidade, devido a suas atribuições específicas na célula espermática e relatos de correlação com a fertilidade de touros Holandeses. No entanto, devido a peculiaridades de manejo reprodutivo da pecuária brasileira de corte e pela ausência de pesquisas envolvendo a Na+,K+-ATPase em bovinos com esta aptidão, o presente estudo foi desenvolvido a fim de determinar a associação entre a atividade da Na+,K+-ATPase em espermatozoides descongelados de touros de corte classificados como de fertilidade superior (FS) e normal (FN) após inseminação artificial em tempo fixo (IATF). Foram utilizadas três diferentes partidas de amostras comerciais de touros da raça Angus, previamente classificados como FS (n = 4) e FN (n = 4). Realizou-se a avaliação da cinemática espermática através do sistema CASA, e da viabilidade através da microscopia de fluorescência, ambas as análises imediatamente após a descongelação (0h) e após 2h de incubação (37 °C), enquanto a atividade da Na+,K+-ATPase foi determinada mensurando-se a liberação de fosfato inorgânico (iP) nas amostras tratadas ou não com inibidor específico (ouabaína, 4×10-4 M), sendo normalizada em função da proteína total de cada amostra. Não houve diferença (P > 0,05) na viabilidade espermática e nos parâmetros cinemáticos entre os touros classificados como FS e FN dentro do mesmo tempo de incubação, assim como LIN e VCL não foram influenciados pelo período de incubação para os touros classificados como FS e FN, respectivamente. Houve uma tendência (P = 0.06) de maior atividade enzimática da Na+,K+-ATPase em touros de FS. Em conclusão, não são detectadas diferenças cinemáticas ou de viabilidade em amostras espermáticas de touros FS e FN imediatamente após a descongelação, mas observa-se variações nos parâmetros de velocidade pós-incubação, que podem estar relacionadas a diferenças na atividade da Na+,K+-ATPase em touros de fertilidade superior.


PALAVRAS-CHAVE:

bomba de sódio e potássio, bovino, espermatozoide


PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1640234 - DIOGO RIBEIRO CAMARA
Interno(a) - 2220993 - GILDENI MARIA NASCIMENTO DE AGUIAR
Externo(a) à Instituição - SILDIVANE VALCÁCIA SILVA - UFPB
Notícia cadastrada em: 08/07/2019 14:31
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 12/08/2022 00:01