Banca de DEFESA: TAYNARA FARIAS TEIXEIRA DE SANTANA



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: TAYNARA FARIAS TEIXEIRA DE SANTANA
DATA: 24/07/2019
HORA: 09:00
LOCAL: UNIDADE EDUCACIONAL DE VIÇOSA
TÍTULO:

Padronização do iogurte de leite de cabra com geleias de abacaxi (Ananas comosus) e noni (Morinda citrifolia)


RESUMO:

Existem várias formas para a comercialização do leite e derivados de origem caprina, porém a elaboração de um novo produto ainda é desafiadora, pois este precisa atender principalmente a demanda de um produto saudável e de qualidade. Dessa forma, no intuito de agregar valor à comercialização dos produtos de origem caprina, e produzir um alimento atrativo para o mercado consumidor, objetivou-se elaborar e padronizar iogurte de leite de cabra com adição das geleias de abacaxi (Ananas comosus) e noni (Morinda citrifolia). Foram desenvolvidos cinco tratamentos do iogurte de leite de cabra com diferentes concentrações das geleias de abacaxi e noni (0, 0,5, 1,25, 2,5 e 5%), e em seguida eram determinadas as características físico-químicas (umidade, cinzas, lactose, acidez, pH, gordura e proteína), atividade antioxidante (AA), fenólicos totais (FT), teor de vitamina C; assim como foram realizadas análises microbiológicas (coliformes a 45ºC, mesófilos, psicrotróficos, Salmonella spp., e Staphylococcus coagulase positiva) e sensoriais. Para os testes sensoriais 20 provadores treinados foram selecionados e realizaram testes, como: Análise Descritiva Quantitativa (ADQ), teste de intenção de compra e aceitação. Os dados estatísticos das análises microbiológicas foram calculados por meio da quantidade média analisada de cada microrganismo nos tratamentos, com intuito de tabular os resultados através de estatística descritiva. Já as análises físico-química, ADQ, atividade antioxidante, fenólicos totais e vitamina C foram submetidos à análise de variância (ANOVA), realizando-se o teste Tukey ao nível de 5% de significância (p<0,05), para comparação das médias. E os testes de aceitação e intenção de compra foram realizados pelo teste Friedman, seguido do post-hoc Nemenyi. Não houve diferença significativa (p>0,05) nas variáveis avaliadas na análise físico-química, diferentemente das variáveis AA, FT e vitamina C que apresentaram resultados significativos (p<0,05), onde o tratamento 5% se sobressaiu com melhores médias. Nas análises microbiológicas, os tratamentos encontravam-se dentro dos padrões vigentes. Em relação a avaliação sensorial a amostra com 5% das geleias, obteve uma boa aceitação pelos provadores. Dessa forma, conclui-se que o tratamento a 5% apresentou uma melhor resposta as análises realizadas, mostrando assim a capacidade de ser utilizado como uma forma inovadora para comercialização dos produtos lácteos de origem caprina.


PALAVRAS-CHAVE:

Frutas. Leite fermentado. Inovação. Qualidade.


PÁGINAS: 58
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária
SUBÁREA: Inspeção de Produtos de Origem Animal

MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) ao Programa - 1937303 - GREICY MITZI BEZERRA MORENO
Presidente - 1916761 - JULICELLY GOMES BARBOSA
Interno(a) - 1155517 - OSCAR BOAVENTURA NETO
Notícia cadastrada em: 16/07/2019 15:43
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 17/08/2022 09:34