Banca de DEFESA: GEOVANE ALVES DA SILVA



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: GEOVANE ALVES DA SILVA
DATA: 24/02/2021
HORA: 15:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

TRAJETÓRIAS GEOGRÁFICAS DAS USINAS DE AÇÚCAR EM ALAGOAS


RESUMO:

A partir de um quadro geral da agroindústria da cana-de-açúcar em Alagoas, procurou-se analisar e compreender as principais mudanças que ocorreram ao longo do século XX e início do século XXI, que incidiram sobre a distribuição geográfica das usinas de açúcar no território alagoano. O exame desse processo aponta inicialmente uma concentração das usinas de açúcar na mesorregião do Leste Alagoano, precisamente na microrregião geográfica da Mata Alagoana, trata-se geograficamente da primeira área de ocupação no território alagoano. Atualmente, observamos uma importante dinâmica territorial ainda em curso no Estado, que é a transferência do eixo produtivo da tradicional região canavieira, para a microrregião de São Miguel dos Campos, sobretudo, em razão do fechamento de usinas. O pressuposto básico é que esse processo de transferência do eixo se inicia por meio de estratégias empresariais e de financiamentos federais em programas de desenvolvimentos da agroindústria da cana-deaçúcar, como IAA, (1933); PLANALSUCAR, (1971); PROALCOOL, (1975), que constituiem-se como fatores determinantes ao novo eixo produtivo do Estado, com as instalações de maquinaria e equipamentos necessários. O desafio do novo eixo produtivo consiste em como contornar a crise provocada pela pandemia covid-19, num cenário econômico nacional que apresenta desde 2014, saldos negativos de emprego por setores de atividades econômicas. Em Alagoas os dados iniciais sobre o impacto da pandemia em 2020, apontam que o setor de comércio e serviços foi o mais impactado, enquanto a agroindústria apresentou maiores vendas de açúcar, resultando em maiores valores de exportação para o Estado, por outro lado, os dados sobre a flutuação do emprego formal em 2020 apresentam saldos negativos para o trabalhador da indústria da cana-de-açúcar.


PALAVRAS-CHAVE:

Alagoas. Mesorregião Geográfica do Leste Alagoano. Dinâmicas territoriais


PÁGINAS: 109
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia

MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) à Instituição - ALBERTO PEREIRA LOPES - NENHUMA
Presidente - 1188049 - PAULO ROGERIO DE FREITAS SILVA
Interno(a) - 1120111 - SILVANA QUINTELLA CAVALCANTI CALHEIROS
Notícia cadastrada em: 20/01/2021 12:13
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 24/02/2024 11:47